MEDIDAS DE SEÇÃO DE CHOQUE COMPTON

       Denomina-se espalhamento Compton ao espalhamento de fótons por elétrons com troca de momento e energia (espalhamento inelástico). O processo, inicialmente descrito por Compton para elétrons livres, estabeleceu a dependência entre a perda de energia do fóton e o ângulo de espalhamento, sendo a secção de choque para este caso descrita pela fórmula de Klein- Nishina. Posteriormente, um método similar ao do fator de forma (aproximação de impulso) foi desenvolvido, tentando descrever a secção de choque diferencial para o átomo completo. Pratt e colaboradores desenvolveram um programa para cálculo de seções de choque baseado em teoria de perturbação, obtendo resultados melhores que teorias anteriores.

       As medidas de secção de choque diferencial para o átomo fornecem informações sobre a validade da aproximação de fator de forma na descrição do espalhamento Compton. Esse tipo de medida já foi efetuado por nós para diversos elementos e energias Como o espalhamento inelástico ocorre principalmente nas camadas mais externas, com maior número de elétrons, esse processo não é adequado para o estudo do espalhamento por elétrons fortemente ligados. Para isso torna-se necessário a medida do fóton espalhado em coincidência com o raio X da camada desejada.